Sábado, Out 23rd

Last update12:49:18 PM

Profile

Layout

Menu Style

Cpanel
NOTÍCIAS ITANHAÉM Agentes de Vigilância Patrimonial elegem Maia para coordenador

Agentes de Vigilância Patrimonial elegem Maia para coordenador


Os Agentes de Vigilância Patrimonial (AVP) de Itanhaém concluíram a eleição para indicar o nome que vai ocupar o cargo de coordenador da categoria. Até a hora de encerramento da votação, 64% do efetivo compareceram, na sede do sindicato, na noite de ontem, quarta-feira (22) para votar e escolher Francisco Pereira Maia Neto, o Maia, para ocupar o cargo. A escolha democrática do nome para ocupar a coordenadoria é um dos itens reivindicados e negociado pela categoria, junto à administração municipal.

No último dia 16 de setembro, integrantes dos AVP e do SISPUMI reuniram-se com representantes da prefeitura reivindicando a criação de departamento próprio, vinculado à secretaria de segurança pública municipal e desvinculado ao comando da Guarda Municipal. A categoria também reivindicou a criação de dois cargos de livre nomeação e exoneração para coordenação do departamento, além de gratificação especial de 50% sobre o valor de referencia base, ficando toda categoria a disposição da municipalidade e já incorporado adicional noturno e periculosidade.

A administração municipal apresentou como limitação e impedimento à vigência da Lei Federal, em decorrência da pandemia para criar cargos e conceder benefícios em pecúnia aos servidores públicos até o ano de 2022, mas sinalizou acordo na criação do departamento próprio da categoria em conformidade ao vinculo e subordinação proposto pela categoria, assim como na elaboração dos cargos, com a transformação de um cargo, já existente no organograma administrativo, para coordenar o departamento, inicialmente eleito pela categoria. A definição da nomenclatura e referencia dos cargos devem ser definidos até abril de 2022.

Os Agentes de Vigilância Patrimonial (AVP) de Itanhaém concluíram a eleição para indicar o nome que vai ocupar o cargo de coordenador da categoria. Até a hora de encerramento da votação, 64% do efetivo compareceram, na sede do sindicato, na noite de ontem, quarta-feira (22) para votar e escolher Francisco Pereira Maia Neto, o Maia, para ocupar o cargo. A escolha democrática do nome para ocupar a coordenadoria é um dos itens reivindicados e negociado pela categoria, junto à administração municipal.

No último dia 16 de setembro, integrantes dos AVP e do SISPUMI reuniram-se com representantes da prefeitura reivindicando a criação de departamento próprio, vinculado à secretaria de segurança pública municipal e desvinculado ao comando da Guarda Municipal. A categoria também reivindicou a criação de dois cargos de livre nomeação e exoneração para coordenação do departamento, além de gratificação especial de 50% sobre o valor de referencia base, ficando toda categoria a disposição da municipalidade e já incorporado adicional noturno e periculosidade.

A administração municipal apresentou como limitação e impedimento à vigência da Lei Federal, em decorrência da pandemia para criar cargos e conceder benefícios em pecúnia aos servidores públicos até o ano de 2022, mas sinalizou acordo na criação do departamento próprio da categoria em conformidade ao vinculo e subordinação proposto pela categoria, assim como na elaboração dos cargos, com a transformação de um cargo, já existente no organograma administrativo, para coordenar o departamento, inicialmente eleito pela categoria. A definição da nomenclatura e referencia dos cargos devem ser definidos até abril de 2022.

 

 

NOTÍCIAS

Setting

ACONTECE

Setting

COLUNAS

Setting
O quê lhe subiu a cabeça?

O quê lhe subiu a cabeça?

Na coluna do editor, comportamento mostra o que está na cabeça dos servidores

POLÍTICA

Setting
Com 45,49% dos votos, Marcio Cabeça é eleito prefeito de Mongaguá

Com 45,49% dos votos, Marcio Cabeça é eleito prefeito de Mongaguá

Eleição foi marcada por número recorde de eleitores que não compareceram para votar